Souvenirs em Salvador além da fitinha do Bonfim

A cena é clássica: a pessoa vem a Salvador, curte cada dia na cidade e, na hora de voltar, quer levar consigo um pouquinho desse sei-lá- o-quê que só se encontra por aqui. Via de regra, acaba com uma bolsa cheia de fitinhas do Senhor do Bonfim, garrafinhas de pimenta do Mercado Modelo e até berimbau para despachar como carga frágil no voo. Todas esses Souvenirs em Salvador são super tradicionais e, é claro, não há nada de errado em se render aos seus encantos. Aliás, você deve conhecer (e comprar, por que não?) todas elas! Mas se você busca uma lembrança diferente, que carregue um pouco do estilo de vida baiano, vale a pena conhecer essas duas lojas.

Soul Dila

soul-dila-01
Foto: Instagram Soul Dila

O forte da Soul Dila (@souldila) é a linguagem baiana, encontrada em camisetas, bonés, chinelos, almofadas e vários outros produtos. O design é outro destaque da marca – tudo aqui passa longe do padrão da velha camiseta “fui a Salvador e lembrei de você”.

A loja também conta pontos positivos para quem não gosta de andar muito na hora das compras, já que oferece moda feminina, masculina e infantil, além de produtos de decoração e acessórios diversos. Ou seja, é difícil não encontrar o que buscava por lá. A Soul Dila tem três lojas: nos bairros da Pituba e Jardim Apipema, em Salvador, e em Vilas do Atlântico, no município vizinho Lauro de Freitas. Também vende pelo site, para você que acabou de voltar de viagem e não teve tempo de conhecer a loja. Perfeita para encher sua mala com Souvenirs em Salvador

Soul Dila

Onde fica: Rua Pará, 335, Galeria das Cores, Loja 04, Pituba. Rua Prof. Sabino Silva, 14e, Jardim Apipema. Avenida Praia de Itapoã, 805, Shopping Villaverde Street Mall, loja 04, Vilas do Atlântico

Com Amor, Dora

Foto: Instagram Com Amor, Dora
Foto: Instagram Com Amor, Dora

Agora, se você gosta mesmo é de uma fofurice, precisa conhecer a Com Amor, Dora. A loja é daquelas pequeninas, escondidas, que quando você entra não consegue mais sair. Na minha opinião, ela tem uma pegada “Alice Disse”, loja carioca de que sou fã. Mas isso no quesito fofura, pois as duas têm várias diferenças. A Dora é bem menor. É uma loja colaborativa que, além das peças da marca, vende produtos de vários outros pequenos negócios baianos, como a La Abuela e a Pagando Vício.

Tudo lá é artesanal, fruto da economia criativa, desde artigos de decoração bordados à mão a turbantes e quimonos estampados. As cores e design das peças são a cara da energia baiana. Sou suspeita para falar dos produtos. Na minha última visita, fui vítima do ataque de um turbantinho florido e uma bolsa de mão estampada de abacaxis, que insistiram em vir para a minha casa. Se você não teme emoções fortes, vale a pena conhecer a loja, no bairro boêmio do Rio Vermelho.

Com Amor, Dora

Onde fica: Shopping Rio Vermelho, R. Odilon Santos, sala 208, Salvador.

Esse por foi escrito pela Danielle Cristine. Cria de (Alô!) Nilópolis, na Baixada Fluminense, Danielle descobriu o prazer de explorar novas cidades aos 17 anos, quando foi morar em Niterói, para estudar Jornalismo na Universidade Federal Fluminense (UFF). Do pai carioca, carrega o encanto pelas palavras. Com a mãe baiana, aprendeu desde criança a usar o melhor meio de transporte: as próprias pernas. Um dia, em Recife, conheceu um cearense que morava na Bahia. Não conseguiu – e nem quis – dizer não ao Nordeste. Há três anos fez mala e cuia para Salvador e não quer saber de outra vida. 

 

Comments

comments

Tags desse artigo
,
Escrito por
More from Guest Blogger

SAO: Tardinha com balada para mães, pais e filhos em São Paulo

Este post é uma colaboração de Cristiane França.   Quem é mãe...
Leia Mais