SAO: conferimos a nova casa – e o novo cardápio – da incrível Z Carniceria

Este post é uma colaboração de Camila Campolina
Chegar na nova Z Carniceria é uma experiência fácil e interessante. Basta sair na Estação do metrô Faria Lima, seguir na direção de um clássico do Largo da Batata, o  Coqueiro’s Bar, e ir seguindo os neons das “casas de convivência” (como chamar estes estabelecimentos? 🙂 ) até avistar a placa do Z. Conhecida de paulistanos e quase locais em seu antigo endereço, na rua Augusta, a Carniceria se mudou para um galpão amplo, totalmente reformado, que nos anos 1980 e 1990 também era um endereço bem famoso na cidade: o Aeroanta, uma das casas de shows mais importantes da época. 
 
O novo local tem um ganho significativo no espaço – importante para quem já gastou alguns bons minutos na fila da antiga casa na Augusta – e, de quebra, um palco para shows. Neons divertidos, fotografias antigas e de artistas contemporâneos e algumas cabeças de bicho (cenográficas, claro) dão o tom da decoração, criando um ar de saloon moderno. 

O clima é mais intimista, com uma luz baixa que destaca justamente os neons das paredes e do bar, um dos carros-chefe dessa mudança. A carta de drinks é assinada pelo barman-prodígio Kennedy Nascimento, que com apenas 22 anos ganhou a etapa brasileira do Diageo Master Class, competição que procura o melhor barman do mundo. 

 
DSC_9145
Kennedy começou a preparar drinks com 16 anos. Aos 18 foi descoberto por Spencer Jr, outro barman premiadíssimo que assina a carta do Frank Bar, e desde então não para de surpreender. Durante a noite de soft opening da nova Z Carniceria, na última quinta-feira (3/12), Kennedy contou que tem um laboratório em casa, onde passa horas experimentando e testando novas misturas e sabores em busca de receitas deliciosas. Na nova versão da casa do grupo Vegas, os drinks assinados por ele custam entre R$ 25 e 29, preços já tradicional na tabela SP. 
 
O cardápio da chef Mariana Gilbertoni segue a essência do Z, com focos em carnes, mas apresentando também opções vegetarianas que vão além das saladas – um bom exemplo é o sanduíche de cogumelos salteados com purê de cenouras, aspargos e ovo estalado.
 
Como frequentadora da antiga Z Carniceria, realmente não lembro de ver opções mais exóticas de carne como vi neste novo cardápio. A coxinha, que sempre foi um dos destaques do menu, agora vem em versão repaginada com rabada desfiada e geleia de pimenta picante na medida. Deliciosa!
DSC_9115
 
Dos clássicos repaginados, além da coxinha de rabada provei o Bolinho Carniceiro – um bolinho de mandioquinha recheado de carne seca, também servido com a geleia de pimenta. Outra opção é o El Matador: buraco quente com ragu de linguiça, vinagrete de banana da terra e queijo canastra. Mas o highlight da mesa foi o Mini Z: 3 mini sanduíches de frango empanado, com lagostim, crisps de bacon e avocado. Uma mistura de texturas e sabores tão gostosa que não paramos em um prato só 🙂  
 
Como entrada, provei o polvo grelhado com mandioquinha, brócolis e tomates confitados, em um ponto perfeito, mas que poderia ter tido um toque a mais de tempero. Também experimentei o coração de boi com salada de batata e hibisco. Fatiadinho, bem preparado, e a salada bem gostosa. 
 
Minha grande expectativa era o prato principal: bochecha de porco na cerveja preta com purê de batata, cebola pérola e mini cenouras. Felizmente não me decepcionei: tudo estava bem saboroso! Para aqueles que adoram carne mas têm um paladar mais tradicional, a casa também oferece opções como o galeto desossado, servido com polenta com queijo minas e quiabo grelhado; o ZBurger, com 180g de fraldinha, cheddar inglês e aioli de abóbora; e o Steak do Açougueiro, um bife de chorizo grelhado com batata bolinha na manteiga e gremolata  de coentro.
 
Como em qualquer noite de soft opening, esperamos um pouco além do normal pela chegada dos pratos às mesas. Totalmente aceitável, claro, para uma noite de testes e ajustes. O importante é que os sabores, esses sim, foram inesquecíveis. Longa vida à nova Z Carniceria 🙂 
 
Z Carniceria: Av. Brg. Faria Lima, 724 – Pinheiros, São Paulo. Telefone: +55 11 2936-0934. Ter-Qui 19h-1h;Sex-Sab 19h-2h; Dom 19h-1h.
 

campolina2

Camila Campolina é formada em Relações Públicas, mas gosta de se envolver em qualquer atividade na comunicação. Deixou sua cidade, Belo Horizonte, onde se dedicou à publicidade, e veio para São Paulo trabalhar com pesquisa de mercado há 5 anos. Curiosa e boa de garfo, apaixonada por comer, cozinhar e viajar, adora em SP a possibilidade de em qualquer esquina conhecer novas pessoas e lugares, descobrir novos sabores e histórias. Quer viajar bem mais e tem um sonho dourado de morar em NYC um dia.

Comments

comments

Escrito por
More from Guest Blogger

A surreal Vila Itororó, em São Paulo

Este post é uma colaboração de Monica Hikaru. A Vila Itororó foi...
Leia Mais