4 restaurantes no Bairro Alto para provar comida portuguesa tradicional em Lisboa

Bairro Alto. Foto: Reprodução / Documentário 'Alto Bairro'
Bairro Alto. Foto: Reprodução / Documentário 'Alto Bairro'

O Bairro Alto é conhecido pela agitação noturna e também por ser uma das zonas mais autênticas de Lisboa. Predinhos pequenos e coloridos em ruas estreitas – muitas delas com acesso de carros restrito – dão a tônica do Bairro. Um sem número de bares e restaurantes disputa a atenção de turistas e locais e, em meio a tanta oferta, é fácil cair numa cilada. Para evitar frustrações, listamos aqui alguns restaurantes no Bairro Alto que você pode visitar sem medo, para provar cozinha portuguesa tradicional.

Restaurante Fidalgo. Foto: Facebook / Fidalgo
Restaurante Fidalgo. Foto: Facebook / Fidalgo

Fidalgo

Eugénio Fidalgo é da segunda geração da família que comanda a casa. À frente do restaurante desde 1977, quando seu pai faleceu, orgulha-se da adega com cerca de 250 rótulos portugueses e da cozinha de onde saem pratos impecáveis da cozinha tradicional portuguesa. O menu traz diariamente dois ou três pratos novos e, nessa renovação diária, Eugénio aproveita muitas vezes a oportunidade de resgatar receitas que andam meio sumidas das mesas portuguesas.

Quando estivemos lá, o prato do dia eram ervilhas estufadas com enchidos e ovos escalfados (à brasileira: ensopado de ervilhas com embutidos e ovos pochê). O polvo à lagareiro – grelhado, servido com batatas ao murro e azeite quente com alho – estava impecável. Esse é um dos hits da casa, assim como o arroz de pato. Não à toa a clientela no almoço é predominantemente portuguesa. Se a variedade da carta de vinhos assustar, peça ajuda, e aproveite para provar rótulos que não chegam ao Brasil – ou chegam a preços proibitivos.

Onde fica: Rua da Barroca, 27, Bairro Alto, Lisboa
Funcionamento: Segunda a sábado, 12:00 às 15:00 e 19:00 às 23:00. Fecha aos domingos.

Peixes grelhados do Cantinho do Bem Estar. Foto: Almost Locals
Peixes grelhados do Cantinho do Bem Estar. Foto: Almost Locals

O Cantinho do Bem-Estar

Nessa tasca pequenininha, com pouquíssimas mesas, os sabores são alentejanos. A estrela é a grelha, de onde saem peixes fresquíssimos e bifinhos de porco preto sensacionais (aliás, não passe por Portugal sem provar porco preto, se faz favor). As porções são generosas e o molhinho de manteiga é um extra que tem muito valor.

Os funcionários são simpáticos e a cozinha tem alguma flexibilidade para ajustar o tamanho das porções à quantidade de pessoas à mesa – cobrando o justo por isso. Eles também ajudam com sugestões de pedidos e avisam quando o prato do dia é algo especial. Se calhar de passar lá num dia de arroz de peixe, não perca a oportunidade de prová-lo. Uma carta de vinhos enxuta mas com preços mais que simpáticos e os azulejos nas paredes complementam a experiência autêntica e local.

Onde fica: Rua do Norte, 46, Bairro Alto, Lisboa
Funcionamento: Terça a domingo, 12:00 às 15:00 e 19:00 às 23:00. Fecha às segundas.

Pescados grelhados do Príncipe do Calhariz. Foto: Reprodução / principedocalhariz.pt
Pescados grelhados do Príncipe do Calhariz. Foto: Reprodução / principedocalhariz.pt

Príncipe do Calhariz

Um salão grande (em especial para os padrões lisboetas) com uma grelha logo à entrada, televisões ligadas em canais esportivos, muita luz branca, garçons sempre apressados e um cardápio com uma boa variedade de pratos bem portugueses. É por causa desse último item que o Príncipe do Calhariz é uma das casas mais concorridas do Bairro Alto. Tão concorrida que se dá ao luxo de fechar no sábado – pois é!

No Príncipe do Calhariz, a variedade de carnes e peixes preparados na grelha é grande e os pregos na manteiga com alho perfumam o salão. O arroz de peixes com gambas, bem molhado, é farto e meia porção dá para uma pessoa comer com folga. Como sempre, em toda boa casa portuguesa, vale conferir os pratos do dia.

Onde fica: Calçada do Combro, 28-30, Bairro Alto, Lisboa
Funcionamento: Domingo a sexta, 12:00 às 15:00 e 19:00 às 22:30. Fecha aos sábados.

Adega das Mercês. Foto: Reprodução / Mygon
Adega das Mercês. Foto: Reprodução / Mygon

Adega das Mercês

Pequeno e quase escondido numa rua de pouco movimento no Bairro Alto (coisa rara), esse restaurante tem no cardápio uma variedade de pratos portugueses para saciar todo o tipo de carnívoro. Coelho frito com amêijoas, galinha à cabidela e morcela frita são algumas das receitas. E, claro, há bacalhau.

As amêijoas à bulhão pato (em molho de alho, vinho branco, limão, azeite e coentro) são uma excelente pedida de entrada. As sobremesas são caseiras, outro ponto alto da casa. O lado pouco positivo é que as porções podem ser poucas para os glutões. Peçam-se duas, então.

Onde fica: Travessa das Mercês, 2, Bairro Alto, Lisboa
Funcionamento: Segunda a sábado, 12:00 às 15:00 e 19:00 às 24:00. Fecha aos domingos.

Quer saber mais sobre o que visitar em Lisboa? Entre em contato e saiba como ter um guia de Lisboa personalizado, com o Almost Locals Experience.

Comments

comments

Escrito por
More from Flavia Motta

Seis coisas que você não sabia sobre azeite (português)

Vinho, bacalhau e azeite: essa costuma ser a tríade que vem à...
Leia Mais

2 Comentários

  • Olá!

    Estou programando de ir a Lisboa e Barcelona com meu marido e estou adorando todas as dicas do site! Cada vez que leio sobre Lisboa mais vontade me dá de conhecer essa cidade maravilhosa.

    Quem sabe nos encontramos em Lisboa em setembro!
    Grande Abraço,
    Laura

    • Olá Laura!
      Que bom que estamos deixando você cheia de vontade de conhecer Lisboa.
      Setembro é uma época ótima para vir. 🙂

      Abraço,
      Flávia

Os comentários estão fechados