Quanto custa visitar Berlim

Com a relação entre o Euro e o Real, viajar pela Europa é um pouco caro. Então, planejar é ainda mais importante do que antes. Mas, para planejar, é preciso saber quanto as coisas custam. Vários amigos perguntam:  Quanto custa visitar Berlim? Quanto dinheiro eu levo, e como? Eis aqui algumas dicas sobre como planejar uma estadia na cidade.

Transporte

IMG_20140303_131502
A vida via S-Bahn. Foto: Helena Nacinovic/Almost Locals

Já fizemos um post inteiro sobre como funciona o transporte em Berlim, que você encontra aqui. Recomendo sempre entender os diferentes tickets antes de comprar, pois comprar tickets avulsos é uma das formas mais fáceis de perder dinheiro rápido e sem necessidade. Uma novidade é o ticket de um dia para grupos. Ele cobre até 5 pessoas um dia inteiro por 17,50€ no total e se chama “Small group day ticket”. O ticket de um dia para uma pessoa normalmente custa 7€, então a vantagem é clara se você está com amigos. A partir de três pessoas já vale a pena, especialmente se você vai ficar menos de 7 dias na cidade.

Outra opção, quando não é inverno, é alugar uma bicicleta. Normalmente o aluguel sai por 10€ o dia, mas dependendo da região é possível negociar um pacote para mais de um dia e abaixar esse valor. Neste caso, os bilhetes de transporte público só vão ser necessários se chover ou você cansar as pernas 🙂 Certifique-se de que a bicicleta tem luzes, freios e buzina que funcionam. E lembre-se de andar nas faixas de bicicletas, na direção correta da rua. As infrações de bicicletas são sujeitas a multas, e há uma parte da polícia especializada em multar bicicletas.

Comida

Em Berlim, ainda é possível comer bem em restaurantes por menos de 10€, mas está ficando cada vez mais difícil. No entanto, os pratos de comida dos restaurantes tendem a ser bem servidos. Dá para comer por 15€/pessoa uma vez ao dia e complementar com um croissant e sanduíche entre passeios. Outra opção é se hospedar num lugar com cozinha e economizar consideravelmente no café da manhã e eventuais lanches. Compras no supermercado tendem a ser bem em conta, mesmo nos bairros mais caros e centrais.

Alguns lugares, como o hypado Street Food Thursday no Markthalle IX, são consideravelmente mais caros que a média. Lá paga-se 6€ em vez de 3€ por um sanduíche e assim em diante. Vai do gosto pessoal se isso vale a pena ou não para você, dependendo do quão interessado você é em foodtrucks e especialidades culinárias do mundo todo reunidas num só lugar.

IMG-20160204-WA0012
Guiozas com molho picante no Street Food Thursday. Foto: Helena Nacinovic/Almost Locals

Ao fazer buscas por restaurantes e recomendações, tanto o Foursquare quanto o Yelp permitem filtrar ou buscar por preço ou “cheap”. Nós demos algumas recomendações aqui, na nossa página de posts sobre Berlim.

Algumas coisas são relativamente estáveis, como um Latte Macchiato de 2,50€ a 3,50€. Esse preço é normal, e você vai provavelmente encontrar mais vezes o preço de 3,60€ do que 2,50€. As cadeias de padarias também são uma forma segura de comer sanduíches bem grandes por um preço baixo – mas com ingredientes frescos.

Só não caia no truque do suco fresco. Tanto em restaurantes quanto em cafés e padarias, suco fresco é provavelmente mais caro ou o mesmo preço do que drinks com destilados. Se o suco for menos de 4€, pode apostar que é refresco de caixinha do supermercado.

Uma curiosidade sobre os alemães é que eles normalmente não pedem nenhuma bebida quando vão a restaurantes, porque as bebidas tendem a ser caras em comparação a supermercados. Então pede-se a comida, e pronto. Nós brasileiros temos quase a obrigação cultural de pedir até mais de uma bebida por refeição, e isso faz o preço subir bastante.

Entretenimento

Berlin_Museumsinsel_Fernsehturm
O Bode Museum, na ilha dos museus. Fonte: Wikipedia.org

A média de preços de museus em Berlim é de 15€, alguns mais baratos. Às vezes há exposições especiais que custam extra, mas há algumas opções de tickets para turistas que valem a pena se você curte museus. A maior parte deles está no grupo do Museum pass Berlin, que é um ticket de três dias que pode ser usado em mais de 50 museus da cidade.

A maior parte das outras atividades de Berlim é grátis: parques, feiras de antiguidades, até alguns museus legais, como o Memorial para o Muro de Berlim.

Drinks em bares normais custam cerca de 6€. Se for um bar mais chique ou com vista, esse valor pode facilmente dobrar. Mas a experiência legal daqui não é procurar luxo, mas sim ir nos bares com sofás antigos, pouca luz e muita fumaça (sim, aqui se fuma dentro da maior parte dos bares).

Existem alguns tours “grátis” pela cidade, mas é importante lembrar que no final paga-se pela gorjeta do guia. O melhor mesmo é alugar uma bicicleta ou usar o transporte público para rodar a cidade e se perder um pouco pelas ruas.

Estadia

Hotéis podem ser encontrados por cerca de 100€/noite para dois, mas há opções mais em conta para grupos, tanto em albergues limpinhos quanto hotéis tradicionais. Sempre que procurei opções para amigos, o Sunflower Hostel em Friedrichshain sempre foi uma boa opção de preço e conforto com comentários positivos depois.

No verão é sempre mais difícil de achar lugar, pois a procura é muito grande, mas com antecedência sempre há uma solução boa. A dica é: programe-se!

 

Quer saber mais? Confira nossas dicas de parques legais em Berlim. Em Barcelona, confira o nosso guia de bairros. Em Paris, descubra como curtir o inverno na cidade.

Comments

comments

Tags desse artigo
More from Helena Nacinovic

Dong Xuan Center, o centro dos vietnamitas de Berlim

Uma das coisas inesperadas de Berlim, para quem vem pela primeira vez,...
Leia Mais