O Vinho que Lisboa Tem: um guia para conhecer, beber e comprar

Seleção final traz dez garrafeiras na lista. Foto: Leonardo Mesquita
Seleção final traz dez garrafeiras na lista. Foto: Leonardo Mesquita

Quando se fala em Portugal, facilmente pensa-se em vinho, mas vários outros sabores vêm à mente quando se trata de Lisboa. Foi para reafirmar a relação da capital com o vinho que Ana Cristina Marques arregaçou as mangas para escrever o livro/guia “O Vinho que Lisboa Tem”, da editora Caminho das Palavras.

Ana tinha as credenciais para isso, depois de dois anos contribuindo sobre o tema dos vinhos para o jornal online Observador. Além disso – garota de sorte – trabalha numa redação que fica em pleno Bairro Alto, um ponto estratégico da boemia lisboeta, perfeito para happy hours regadas a vinho.

As versões em português e inglês do guia. Foto: Ricardo Bernardo / Adegga
As versões em português e inglês do guia. Foto: Ricardo Bernardo / Adegga

O Vinho que Lisboa Tem: do enoturismo às adegas

Logo na introdução do livro, Ana Cristina avisa que não é crítica de vinhos, mas uma jornalista “apaixonada pelo universo dos vinhos”. A cada capítulo, uma breve introdução contextualiza o tema a seguir e traz dicas práticas para o leitor.

Com 96 páginas, “O Vinho que Lisboa Tem” é um guia para iniciantes e iniciados que queiram explorar a riqueza de sabores do vinho na região de Lisboa. A intenção, conta a jornalista, era valorizar a vocação vinícola da capital portuguesa – da cidade e do distrito de mesmo nome. “Como consumidora, senti que faltava reunir essa informação do vinho em algum lugar”, explica, para nossa pronta concordância.

Assim, 16 quintas que oferecem programas de enoturismo estão listadas na publicação. “Há muitos lugares que produzem, querem ser conhecidos e estão bem preparados, com ofertas de piqueniques na vinha, passeios ciclísticos, restaurantes e história muito boa para contar”, diz ela.

A sua seleção traz a Manzwine, a Quinta do Gradil e a Quinta dos Loridos (do grupo Bacalhôa), entre outras opções que cabem num dia ou uma tarde de passeio em Lisboa. Na relação de quintas, a indicação da Adega Casal de Manteiga, em Oeiras, surpreende quem não imaginava haver enoturismo tão próximo da capital.

Vinícolas em Portugal: sugestões para um bate-volta a partir de Lisboa

Dezesseis quintas na região de Lisboa abrem o guia. Foto: Leonardo Mesquita
Dezesseis quintas na região de Lisboa abrem o guia. Foto: Leonardo Mesquita

Bares para provar vinhos

Além das quintas, o livro traz ainda 26 wine bars que têm uma boa carta de vinho a copo (o que facilita a descoberta de muitos sabores). A intenção de Ana Cristina ao focar em wine bars que vendem vinho a copo é a defesa que ela faz desse estilo para descobrir novos rótulos. Dessa forma, acredita ela, a experiência não fica cara e pode-se provar o vinho produzido em diferentes regiões de Portugal, que “tem tanto a oferecer”.

Entre os endereços que Ana recomenda no livro estão, por exemplo, a Garrafeira Alfaia, no Bairro Alto; o By the Wine, bar da José Maria Fonseca; e o Chafariz do Vinho, que ocupa um antigo reservatório de água. A autora abre o capítulo com quatro dicas essenciais para o novato acertar nas escolhas de vinho a copo.

4 restaurantes no Bairro Alto para provar comida portuguesa tradicional em Lisboa

Capítulo reúne 26 wine bars em Lisboa. Foto: Leonardo Mesquita
Capítulo reúne 26 wine bars em Lisboa. Foto: Leonardo Mesquita

Garrafeiras para levá-los para casa

“O Vinho que Lisboa Tem” contempla ainda quem quer estender a experiência vínica até em casa, com a indicação de 10 boas garrafeiras. Das “grandes garrafeiras”, que têm diversos endereços em Lisboa, às lojas de bairro, a linha de corte de Ana era a relação de cada uma com o vinho português.

Assim, entram a Napoleão, por exemplo, mas também endereços de bairro, como a Garrafeira de Santos, ou endereços históricos, caso da Garrafeira Manuel Tavares. Dessa vez as dicas de Ana Cristina são sobre como guardar vinho em casa. 

Com o bom momento turístico que Lisboa vive, nada mais natural que o guia sair com versão em inglês também: Wine in Lisbon. Além disso, o guia em inglês também foi lançado em forma de aplicativo, para iOS e Android.

Comments

comments

Escrito por
More from Flavia Motta

Almost Tourists OPO: Hotéis cinco estrelas que nós experimentamos no Porto

O Porto é uma das cidades portuguesas que – assim como Lisboa...
Leia Mais