NYC: mitos e verdades sobre Nova York e nova-iorquinos

Você pode ler este post ouvindo New York, New York

Os mitos e as verdades sobre Rio de Janeiro, Chicago, Paris, Amsterdã, Londres e Portugal já foram passados a limpo pelas locals. Agora chegou a vez de Nova York, um dos destinos internacionais preferidos pelos brasileiros, segundo a Organização Internacional do Turismo. Como cada um tem sua experiência única com a cidade, fique à vontade para dar suas contribuições nos comentários!

Nova York é a cidade que nunca dorme

giphy_nuncadorme

Verdade. É claro que há alguns redutos de sossego na cidade, mas se você precisar de algo urgente de madrugada, não terá grandes dificuldades. O metrô funciona 24 horas durante os sete dias da semana – de meia noite às seis da manhã (late night), no entanto, os intervalos são maiores e há algumas estações que ficam fechadas em dias específicos devido a obras. Há inúmeros estabelecimentos abertos 24 horas (desde mercados, lanchonetes a academias). Por lei, os bares só podem vender bebidas alcoólicas na cidade até quatro da manhã. Alguns ficam abertos depois disso sem vender bebidas alcoólicas, outros fecham logo depois. 

kentwired_insomnia
Os Insomnia Cookies podem ser entregues quentinhos até 3 da manhã. Foto: Site Kent Wired



Nova York é cara

Verdade, mas há inúmeras opções de lazer gratuitas ou a preços bem acessíveis. Segundo o Wall Street Journal, a cidade é a mais cara do mundo para se morar, sendo o aluguel um dos motivos para isso. O preço do metro quadrado é incrivelmente alto e por isso os apartamentos são absurdamente pequenos.  As diárias de hotéis também são altas, mas há algumas opções mais em conta, especialmente fora do circuito mais turístico. Em relação ao que fazer na cidade, muitos museus têm acesso gratuito em determinados dias ou ainda entrada a preço sugerido, o que lhe permite visitá-los pagando apenas U$ 1. Confira a lista aqui. Os mais de 5000 locais administrados pelo Departamento de Parques e Recreação de Nova York (NYC Parks) oferecem atividades de graça como trilhas, apresentações musicais ou teatrais, passeios de caiaque no verão ou patinação no gelo no inverno se você tiver os seus próprios patins. Veja algumas das atividades aqui. Para comer e beber, a dica é ficar de olho nos specials dos bares e restaurantes durante o almoço ou happy hour. Ou então nos brunches – Nova York é considerada a capital americana dos brunches.

amny
Foto do jornal AMNY. Leitor reclama que a sua árvore de Natal é maior do que seu apartamento.

Nova York é suja

Depende do ponto de vista. Como a Daniela mencionou no seu post, a cidade com mais ratos nos EUA é Chicago – embora o mais famoso seja de Nova York. Os metrôs são bem sujos e é difícil encontrar alguém que não tenha visto um rato andando pelos trilhos. Nos dias de coleta de lixo os sacos ficam amontoados nas calçadas em frente aos prédios, o que também não dá uma aparência muito limpa à cidade. A prefeitura desenvolve, entretanto, um trabalho intenso de reciclagem, inclusive com multas para aqueles que não separam o lixo para reciclar. No ranking da Forbes das 20 cidades mais sujas dos EUA, que leva em conta também a poluição do ar, Nova York (incluindo a parte metropolitana de New Jersey e Long Island, que concentra muitas fábricas) fica em 11º lugar. Já em relação à poluição sonora, segundo relatório de 2014 da Citiquiet, Nova York ocupa o sétimo lugar no ranking das 10 cidades mais barulhentas do mundo.

giphy_rat

Nova-iorquinos falam muito rápido

Verdade. Nova-iorquinos abreviam as palavras, fazem junções, têm um modo diferente para pronunciar algumas consoantes e vogais e adotam expressões únicas. Um new yorker geralmente vai dizer que está on line quando estiver em uma fila, nunca in line.

IMG_4084
Foto tirada no Museum of the City. John Adams, o 2º presidente dos EUA, falava já em 1774 sobre o jeito rápido de falar dos nova-iorquinos.

Nova-iorquinos estão sempre apressados 

Depende. Especialmente durante rush hours ou em lugares de maior movimento, nova-iorquinos estarão sempre desviando dos mais lentos e muitas vezes comendo enquanto andam – eles são especialistas nisso, têm inclusive um jeito especial para dobrar a pizza. No entanto, se você pedir alguma informação (desde que breve), eles vão terão muita boa vontade em parar para lhe explicar. Se não souberem, vão buscar informações no celular para lhe dar a resposta. Essa atitude friendly é o New York State of Mind.

20100714-foldhold-full-lede_serious_eat
Foto do site Special Eats

Nova-iorquinos ignoram bizarrices e celebridades

Verdade. Tem coisas que você só vai ver em Nova York e nova-iorquinos estão acostumados com bizarrices, especialmente no metrô. E, assim como os cariocas, não tietam celebridades. É claro que tem sempre turistas tirando selfies com artistas ou fotos de tipos bizarros.

enhanced-buzz-29474-1384464309-28
Foto do BuzzFeed.

A foto em destaque é do Milstein / REX Shutterstock (retirada do BuzzFeed). Os gifs são do site Giphy.

Siga Almost Locals no Instagram
Não perca nenhum post Almost Locals no Twitter
Acompanhe a página Almost Locals no Facebook

Comments

comments

Tags desse artigo
Escrito por
More from Larriza Thurler

Halloween para iniciantes em NY

Você pode ler este post ouvindo Thriller, Michael Jackson A cidade de...
Leia Mais