Natal e Ano Novo em Paris – por que você deve evitar?

Acho que depois do meu post Coisas que eu não gosto em Paris, esse é o maior causador de desilusões. Por quê? Porque eu não sei quantas vezes eu vou repetir e frisar: Não venha para a Europa no Natal e Ano Novo.

Não venha se você não tiver amigos e família que vivam aqui. Ou se você não tiver uma reserva antecipada num lugar magnífico, alguma coisa hollywoodiana para passar com quem você ama, e sobretudo se você for como eu, um reles mortal que quer curtir as férias sem estourar o cartão de crédito…não venha, meu amigo.

E eu sei muito bem que não sou a única que diz isso. Mesmo os franceses dizem isso. Uma breve pesquisa no Google vai te dizer o mesmo.

Pourquoi???

almost_locals_champs_elysees_noel_paris
fonte: France Info

O fim de ano é frio. Não é frio de filme com sol e todo mundo nas terrasses aquecidas. (Não chega a ser o de Chicago, hehe). É frio e cinza chato. Chove, venta e dá vontade de ficar em casa. As ruas e lojas estão constantemente lotadas, porque todo mundo quer fazer compras de Natal. Então você vai querer fazer umas comprinhas também ou até passear nos centros comerciais para ver a decoração e vai ser complicado. (Galeries Lafayette, Bon marché – au secours)

E ficar andando na rua com essa friaca vai ser incômodo, então você vai parar toda hora para entrar em um café, um restaurante, uma loja (e vai gastar dinheiro 🙂 ).

Mas até ai tudo bem, nem é grave assim. Pode ser que nos dias em que você venha no inverno tenha sol, que você esteja de segunda a sexta e o movimento mais calmo e que você seja muito disciplinado e não peça mais que um cafezinho a 2,50€ em cada pit stop.

O problema é quando você quer passar datas especiais como Natal e Reveillon aqui. Tã-dã.

É normal a gente ter uma ideia romantizada, de Papai Noel, neve, luzes e fogos lindos que vemos no cinema. Mas não é beeeem assim. O Natal em si é uma data familiar. Todo mundo costuma passar dentro de casa. E ainda, como muitas pessoas que moram em Paris não são daqui, elas voltam para a região onde nasceram e ficam com suas famílias no interior da França. Se você vem com sua metade, seus amigos ou sua família você vai provavelmente passar um Natal sem graça dentro de um hotel ou uma casa que não é a sua. Ou vai torrar muitos dinheiros num programa fechado (se você pode, manda ver! Senão, senta e chora).

Mas tudo bem, nem é o pior. O pior é o Ano Novo. Ali meu amigo, é furada. Os fogos, quando tem, porque tem vez que nem rola, só na Champs Elysées ou Champ de Mars lotadas (de gente estranha e bêbada), e depois você pode tentar arranjar festas por aí. E boa sorte com a confusão no metrô. Muvuca, vai não, confia em mim.

Porém..Ok , se você é teimoso, insistiu e marcou sua passagem para vir, aqui vão algumas dicas do que fazer:

  • Natal:
almost_locals_mercado_natal_paris
fonte: Voyages Remi

  1. Programe sua ceia com antecedência, e se for restaurante, esteja pronto para abrir a carteira. Ou então faça muita pesquisa antes de vir. Se você estiver em um apê alugado, compre você mesmo as coisas no supermercado e cozinhe em casa com seus próximos – essa eu acho, é a dica de ouro do ano.
  2. Procure com muuuuita antecedência um espetáculo, um museu, uma atividade divertida para fazer antes da ceia, qualquer coisa. Porque se você não está todo animado preparando o Natal da casa da vóvó como no Brasil, vai ser meio sem graça. O mercadinho de Natal da Champs-Elysées é turístico e lotado, mas acho que vale a pena, apesar de tudo.
  3. Dia de Natal – 25 de dezembro – tudo fecha.
  4. Se for comprar presentes aqui, prepare-se para a aventura, ok? Só digo isso. Pior que isso para mim só Londres no Boxing Day. Aliás para mim, Natal pior que o de Paris, só o de Londres!
  • Ano Novo:
  1. Reserve um restaurante cedo. E tente fugir dos planos de ano-novo. Eles são caros e costumam ser ruins.
  2. O ideal é você mesmo se organizar para compras comes e bebes e passar no hotel ou apê que você alugou com sua família e amigos. Durma cedo e acorde cedo para curtir mais a viagem. Ou durma tarde e descanse dos outros dias, porque de toda forma dia 01 é feriado, e muita coisa nem abre.
  3. Se você é de festa, existem baladinhas que rolam sim. Faça uma pesquisa com duas semanas de antecedência, veja quem vai tocar onde e o que. As boates/clubs costumam ter festas de fim de ano, mas são como todas as outras do ano, nada de muito especial. O transporte costuma ficar aberto e gratuito a noite toda da virada, isso pode ser uma boa se você for para a balada.
almost_locals_paris_ano_novo_natal
fonte: Metro News FR

Apesar disso, para não falar que eu só reclamo, minha primeira experiência de ano novo aqui foi legal. Eu consegui juntar  meus amigos: a gente alugou uma casa e combinou com a dona que poderíamos fazer a ceia lá, mas que a festa mesmo seria fora. (A maioria das pessoas no AirBnb hoje é assim, tá? Ninguém quer alugar a casa para um grupo de desconhecidos e recuperar um desastre pós-virada e ter problemas com os vizinhos). Depois a gente foi para uma balada. Mas bom, ninguém tá muito se importando com o ano-novo aqui, ninguém se veste de branco e faz frio.

É quase uma noite como outra qualquer. Para um brasileiro acostumado com nossas tradições, é bem decepcionante. Pode vir no inverno, tem as suas coisas boas sim, mas venha antes ou depois das festividades. Gente, eu levei pelo menos uns 3 anos para entender isso.

No mais, não deixe também minha negatividade contaminar. Hehe. Pode ser que você seja muito programado e vá passar um Natal e Ano-Novo inesquecível na minha linda Paris. Mas eu prefiro ser amiga e avisar, para ajudar!

Aliás, já passou esperiências diferentes e prazerosas de festas de fim de ano aqui? Conta pra gente!

 

* Foto de destaque:Xmas à Paris 

 

Gostou? Leia mais aqui

PAR: La Fine Mousse é o hotspot para fãs de cerveja artesanal em Paris

PAR: Bebendo vinhos em Paris, 4 caves Imperdíveis no 11ème arrondissement

Siga Almost Locals no Instagram
Não perca nenhum post Almost Locals no Twitter
Acompanhe a página Almost Locals no Facebook

Comments

comments

Tags desse artigo
More from Jordana Felisberto

Lojas de roupas em Paris para investir ou se inspirar no inverno

O inverno está chegando pouco a pouco em Paris. Isso me fez pensar...
Leia Mais