Cinco mitos e verdades que você precisa saber sobre Amsterdã

Amsterdã

É possível viver Amsterdã de muitas maneiras, a cidade se revela aos pouco para quem vem de fora. Aquela sensação de que “já vi tudo” vai demorar bastante para chegar, pois apesar de ser pequena é uma cidade muito dinâmica e se renova a cada dia. Hoje listaremos sobre cinco verdades que acabamos de perceber após residir na cidade por um tempo e alguns mitos que representam a visão caricata do lugar.

Amsterdã aeroporto
Foto: Priscilla Dieb

1. Amsterdã, a cidade onde a droga corre solta e a prostituição é normal

Mito. A situação aqui é a seguinte: holandeses são muito pragmáticos, e diferente do resto do mundo, eles não fazem de conta que o comércio de drogas e o comércio do corpo é algo que não existe. Baseados na realidade dos fatos, eles votam e estabelecem as leis  e tudo passa a ser regulamentado de maneira que, o lucro individual de alguém (que não é o governo) seja evitado ao máximo.

Drogasna teoria e na prática é possível para um turista (maior de 18 anos) comprar maconha e derivados (hash, space-cake, etc) nos coffee shops em Amsterdã. Já no resto da Holanda a compra só pode ser feita por residentes e cidadãos holandeses. Onde maconha for vendida, alcohol e tabaco não serão permitidos, nem fornecidos. Alcohol só pode ser comercializado (em supermercados) para maiores de 21 anos, sem possibilidade de beber na rua, e quem não respeitar corre o risco de levar multa da polícia.

Tabaco só é vendido para maiores de 18 anos que queiram enfrentar uma enorme pressão social: não é possível fumar em nenhum lugar comunal. São consideradas drogas pesadas: LSD, êxtase, MD, cocaína, ketamina, heroína e remédios de tarja preta, então o uso e comércio destes é extremamente proibido. Só que (mais uma vez) dentro do pragmatismo, a polícia holandesa sabe que turistas e residentes que queiram encontrar essas drogas, encontrarão.

Em caso de overdose, não é processado e nem interrogado. Ninguém é preso por porte de drogas (para consumo) em Amsterdã e sim “apreendido”. Apreendido significa: uma noite na esquadra. Tráfico já é diferente, dá cadeia e sentença com pena a ser cumprida. Observação: é muito mais fácil e barato comprar drogas pesadas em países como o Brasil ou Portugal, do que na Holanda.

 

Amsterdã drogas
Aviso da prefeitura para os turistas terem cuidado com drogas pesadas vendidas na rua. Fotos: The Herald

Prostituição  na teoria é uma profissão regulamentada com um bairro dedicado: a Luz Vermelha (Red Light District), onde cada profissional paga impostos e com isso tem seus direitos garantidos (férias, aposentadoria, etc). Na prática, cada um faz o que quer do próprio corpo e não há maneira de governo nenhum controlar o que acontece dentro de quatro paredes. O fato de não ser marginalizado e criminalizado, diminuindo a violência contra mulheres que decidirem seguir essa profissão.

Existe uma delegacia de polícia dentro do bairro da Luz Vermelha, para a solução de problemas e para que as coisas se mantenham “dentro da lei”. Não é possível se prostituir nas ruas, nem anunciar em jornais, como acontece no Brasil e em Portugal por exemplo.

2. Amsterdã é perfeita para andar de bicicleta

Mito e verdade. Tem mais bicicletas que qualquer outra coisa em Amsterdã. E o que posso dizer  é, apesar do ciclista ter sempre razão, não fume maconha e vá pedalar. Não beba e vá pedalar. E se você não sabe andar de bicicleta, o centro de Amsterdã é o último lugar do mundo onde você deveria começar a aprender. As ruas são estreitas e o ecossistema é composto por: ônibus, bondes, carros, muitos outros ciclistas e pedestres, por isso, o mito de que a cidade é perfeita para pedalar por ser plana é contraditório. Toma uma bela multa quem for parado pela polícia desrespeitando sinal vermelho, bêbado ou sem luzes (durante a noite). Dica: entrar com o pneu da bike em um trilho de bonde é queda garantida.

Amsterdã bicicleta
Foto: Priscilla Dieb

3. Amsterdã é perfeita para a passagem de ano 

Mito. Principalmente para os turistas, pois as festas mais legais são as mais exclusivas e quando abertas ao público, os bilhetes esgotam com bastante antecedência. Para quem celebra na casa de amigos, o barulho de fogos é infernal, além de ser bastante frio essa época do ano para ir para a rua.

Amsterdã Ano Novo
Foto: partywithalocal.com

4. Amsterdã muda no verão

Verdade. Completamente! Incluindo as pessoas. Todo mundo fica mais alegre, muitos festivais acontecem, as noites ficam mais longas e os parques ficam lotados. O clima passa a ser de festa.

Amsterdã Soundgarden
Sound Garden, um terraço no quintal do bar que é maravilhoso no verão.

 5. Amsterdã é uma cidade pacífica

Mito e verdade. Existem vítimas de homofobia, agressão física, assalto e o número de crianças desaparecidas no site da polícia é alarmante! Por outro lado, o telefone de qualquer pessoa pode estar em cima da mesa durante o jantar, andar com os vidros do carro aberto, andar de bicicleta ou a pé pelas ruas do centro mesmo de madrugada. Usar o bom senso e evitar os lugares mais remotos durante a noite é sempre aconselhável, não só em Amsterdã como em qualquer lugar do mundo.

Leia também: Cinco mitos e verdades que você precisa saber sobre Amsterdã (Parte II)

Siga Almost Locals no Instagram
Acompanhe a página Almost Locals no Facebook

*Foto em destaque: Priscilla Dieb

Comments

comments

Tags desse artigo
More from Priscilla Cavalcante

AMS: 10 Motivos para assistir Criolo em Amsterdã

Essa vai para quem ama listas! (Ou não!) A seguir, 10 razões para quem estiver em...
Leia Mais

2 Comentários

Os comentários estão fechados