Lojas de roupas em Paris para investir ou se inspirar no inverno

O inverno está chegando pouco a pouco em Paris. Isso me fez pensar que, quando mudei para cá, tinha dificuldades para me adaptar ao estilo e às várias técnicas para se vestir bem sem passar frio. Acabava comprando coisas que não esquentavam e sofria horrores. Com o tempo, aprendi dois essenciais sobre se vestir no inverno: camadas (efeito cebola) e material de fabricação.

Além disso, aprendi que perdemos muito calor pelas extremidades e, por isso, luvas e gorros não são meros acessórios de decoração. Outra: tornozelos, pulsos e pescoço são áreas também super importantes que devem ser protegidas se você não quiser congelar. No final, você provavelmente vai acabar como um bonecão de neve, bem feio. 

E bem, observando as parisienses, eu me perguntava: Como fazem as francesas para se vestir de maneira tão elegante nesse frio tão ingrato? Elas investem. Em peças clássicas e de qualidade, que vão durar alguns bons invernos. Elas escolhem bons mantôs de lã e por baixo, vestem cashemira, lãs finas e delicadas ou até mesmo uma peça de design aprimorado em tecnologia, tipo as peças da Uniqlo. Tudo para diminuir o volume e manter a forma fina.

Aqui vão algumas marcas francesas vedettes das parisienses, conhecidas pela primazia em criação e execução. Ideais principalmente no inverno. São famosinhas sim, porém do meu ponto de vista, muito mais terre à terre (pé no chão) do que Chanel, YSL e Louis Vuitton. Os preços não são baratinhos, e se o câmbio não ajuda, pelo menos vale  a pena conhecer para se inspirar.

A.P.C.

almost-locals-paris-marcas-francesas-apc

Loja A.P.C. / Foto: Retail Design Blog

O nome da marca quer dizer: Atelier de Création et Production. Jean Touitou, um grande nome da moda, que trabalhou com Kenzo e Agnès b., lançou a marca em 1987 primeiramente para homens e no ano seguinte, para as mulheres. Sempre com uma postura discreta na mídia, foi conquistando espaço pela qualidade de execução da costura e sobriedade das suas peças atemporais e que ganham vida graças à quem as usa. O conceito é: a roupa é apenas uma roupa e não deve sobressair nem ofuscar a pessoa. Um estilo que flerta com o pop e com caimento muito bom. Peças icônicas: o jeans e a marinière. Existem várias lojas espalhadas por Paris, por isso vale dar uma olhada no site e descobrir a mais próxima. Site: APC.fr

almost-locals-paris-marcas-francesas-apc-2

Lookbook de verão da A.P.C / Foto: Pathétique Sonata

Le Mont Saint Michel

almost-locals-paris-marcas-francesas-le-mont-saint-michel

Foto comemorativa 100 anos da marca Le Mont Saint Michel / Foto: Une libanaise à Paris

O Mont Saint Michel é um ponto turístico na França, mas também uma super marca tradicional de roupas de qualidade. Criada em 1913 por Caroline Lesaffre, inicialmente fazendo roupas de trabalho para os moradores da região do Mont Saint-Michel, a Bretanha. Um negócio de família que prezou sempre pela qualidade têxtil e que mudou de pegada no final dos anos 90, conseguindo assim, estabelecer um estilo muito original, que dá uma ideia do espírito “french touch”: uma estética que valoriza o retrô, mas que flerta sempre com tendências originais vindas de Tóquio ou Nova York. Se for para escolher algo, seriam os pullovers de lã, bonitos e quentinhos! Site: lemontsaintmichel.fr

almost-locals-paris-marcas-francesas-le-mont-saint-michel-3

Look da marca Le Mont Saint Michel / Foto: The Liberty Shop

IRO

almost-locals-paris-marcas-francesas-iro

Loja Iro / Foto: First Luxe Mag

Iro significa “cor” em japonês. Essa marca francesa foi criada pelos irmãos Laurent e Arik Bitton. Eles vieram da indústria da música e se lançaram na moda em 2002 depois de várias viagens ao Japão. A marca é jovem e começou muito popular e simples. Porém, num curto espaço de tempo, evoluiu e amadureceu bastante, saindo do comum com matérias nobres e cortes originais. Sucesso em Paris e no Japão. No inverno passado vi casacos de inverno com cortes perfeitos e jaquetas de couro maravilhosas. site: IRO.fr

almost-locals-paris-marcas-francesas-iro-2

Look Iro / Foto: Camille à Paris

French Trotters

almost-locals-paris-marcas-francesas-french-trotters-2

Loja French Trotters / Foto: Comme un Camion

A história da French Trotters começa no início dos anos 2000, na rue de Charonne. Carole e Clarent Delhouz abriram a primeira loja vendendo marcas encontradas e garimpadas nos quatro cantos do mundo. A loja desenvolveu uma reputação de boas seleções refinadas e originais. Em seguida, em 2011 os donos da loja evoluíram, criando a marca French Trotters de roupas, com peças de criação própria, no melhor estilo “made in Paris”. É legal porque nas lojas existem roupas acessórios e objetos de decoração para casa. Foco em: pullovers e mantôs, além das lindas peças estampadas. Site: FrenchTrotters.fr

Adobe Photoshop PDF

Look French Trotters / Foto: divulgação da loja

Existem outras marcas que não são muito a minha praia, mas que vale a pena mencionar também, porque são conhecidas das parisienses, como: Zadig et Voltaire, Maje e Comptoir des Cotonniers.

E você o que achou? Conhece alguma marca parisiense para investir no inverno?

* Foto de destaque: APC Official Tumblr

 

Gostou? Leia mais aqui

PAR: Bebendo vinho em Paris, 4 Caves Imperdíveis no 11ème arrondissement

PAR: 5 bistrôs em Paris

Siga Almost Locals no Instagram
Não perca nenhum post Almost Locals no Twitter
Acompanhe a página Almost Locals no Facebook

Comments

comments

Tags desse artigo
More from Jordana Felisberto

7 coisas para curtir em Paris no inverno

Você marcou sua sonhada viagem à Paris. E escolheu vir logo quando...
Leia Mais

5 Comentários

  • Ola, achei muito interessante, essas marcas são caras 🙁
    Pode me informar marcas mais baratas por favor
    Obrigada
    beijinhos

    • Oi Joice,
      realmente algumas marcas são caras mesmo e a ideia é também se inspirar dos cortes, cores e estilos para procurar em outros lugares. Em um comentário da Desirée ela mencionou Naf Naf e Monoprix eu ainda colocaria Camaieu, Promod e Kookai na categoria acessíveis. Acho que você pode ter uma ideia melhor, espero ter ajudado! Bisous

  • Ola! Tem também Sessún, que mantem esse espíritu, a Naf Naf, e um pouco mais caro, Agnés B. E nunca falta a peca comprada no Monoprix!!!

    • Oi! Obrigada pela resposta, é verdade tem todas essas outras! Tentei fazer o resumo, mas sempre falta né? Adorei que você conhece tudo isso! Adoro a Naf Naf que é mais em conta também, a coleção passada de primavera tava muito linda, bem anos 60 pop! Sabia que o Jean Touitou da A.P.C. ajudou a Agnès B. lançar sua primeira loja em NY? E o Monoprix é perfeita para cashmeres e mantôs também! A dica é se inspirar nos cortes das marcas mais caras e encontrar versões mais acessiveis! Se for para usar no Brasil é tranquilo porque nosso frio é gostosinho, agora para o inverno europeu aconselho olhar a composição da roupa, dar preferência por lã e tecidos naturais, mas alguma coisa me diz que vcê ja sabe disso 😉 Bisous

Os comentários estão fechados