Lisboa em julho: como curtir o verão ao máximo na cidade

Lisboa vista das Portas do Sol. Foto: Flávia Motta
Lisboa vista das Portas do Sol. Foto: Flávia Motta

Se não há arraiais pelas ruas de Lisboa em julho, o que não falta no primeiro mês do verão são opções para curtir a cidade ao ar livre. Para aproveitar os dias de calor, a melhor pedida é passar por uma das muitas praias dos arredores. Mas se água fria e sol na moleira não são a sua praia (#trocadilhointencional), há outras formas de curtir julho em Lisboa. Vem com a gente.

Praias de Lisboa e arredores

Se você está de carro, pode seguir na direção da Costa da Caparica e pegar as praias mais rústicas (mas com estrutura) da zona da arrifana, como a Praia da Morena, onde vale a pena ficar até o sol se por. Também pode esticar até Sesimbra e curtir a Praia da Califórnia e depois emendar num dos ótimos restaurantes de pescados do centro histórico. Uma terceira opção é ir até Setúbal ‘fazer praia’ (como dizem os locais) nos arredores da Serra da Arrábida e depois, claro, comer choco frito.

Praia em Cascais. Foto: Flávia Motta
Praia em Cascais. Foto: Flávia Motta

Mas se sua praia depende do transporte público, calma que tem jeito. Do Cais do Sodré saem trens a cada 20 minutos para a Linha de Cascais. Caxias tem a primeira praia litorânea da linha, mas as praias começam a ficar boas, na minha opinião, a partir de Carcavelos, embora haja quem fique logo por Santo Amaro. Na Margem Sul, o acesso de transporte público é relativamente fácil para as praias urbanas da Costa da Caparica. Você pode pegar os ônibus que saem da Praça de Espanha ou ir de barco até Cacilhas (a partir do Cais do Sodré) e lá pegar um ônibus ou táxi para a praia.

Praias nos arredores de Lisboa para você curtir o verão

Piqueniques nos parques e jardins

Apesar do sol e do calor de julho em Lisboa, como corre muito vento na cidade, um bom refúgio são os parques e jardins da cidade. O gramado da Ribeira das Naus foi adotado pelos turistas que querem aproveitar o ar livre à beira do Tejo. Os jardins da Torre de Belém são sempre uma boa opção, já que têm como bônus a vista para o monumento. O Jardim da Estrela é um favorito dos locais.

O Jardim da Estrela é ótima opção para fugir do calor. Foto: Flávia Motta
O Jardim da Estrela é ótima opção para fugir do calor. Foto: Flávia Motta

Para um piquenique básico, qualquer supermercado express ajuda. Para uma experiência mais autêntica, a dica é dar uma passada no Mercado da Ribeira para comprar queijos e frios na Manteigaria Silva, vinhos na Garrafeira Nacional, pastel de nata da Manteigaria e frutas frescas no mercado.

Gelato Davvero, sorvete veramente italiano em Lisboa

Confira também a agenda cultural de Lisboa em julho

Out Jazz

É a pedida perfeita para quem quer combinar piquenique e boa música num fim de tarde de domingo. No mês de julho, o festival itinerante faz do Parque Eduardo VII o seu palco e a centralidade do local atrai todas as tribos para o evento, que começa sempre com um show de jazz e emenda com DJ fazendo do gramado uma pista de dança.

Quando: Todos os domingos de julho, às 17:00
Onde: Parque Eduardo VII

Obras do Pedrita Studio. Foto: Flávia Motta
Obras do Pedrita Studio. Foto: Flávia Motta

Lost and Found

A Galeria Underdogs, especializada em street art, abre as portas para mais uma exposição do Pedrita Studio, que faz um trabalho incrível de recriação de fotografias com azulejos. Cada pedaço de louça compõe um pixel nas imagens que eles montam. Taí um bom motivo para ir a Marvila.

Quando: Até 28 de julho, às 19:00
Onde: Galeria Underdogs

Escher: exposição em Lisboa traça a trajetória do artista holandês

Jazz im Goethe-Garten

O instituto alemão abre seus jardins para fins de tarde ao som de jazz. Músicos de diversas partes da Europa são convidados para esse evento que é uma rara oportunidade de visitar esse espaço.

Quando: De 3 a 13 de julho, às 19:00
Onde: Goethe-Institut

Karina Bhur é uma das atrações do Intendente em Festa. Foto: Pedro Rotta
Karina Bhur é uma das atrações do Intendente em Festa. Foto: Pedro Rotta

Birra da Cerveja

Um festival de cerveja artesanal bem fora do circuito turístico, esse evento é uma boa pedida para conhecer o que pequenas cervejarias vêm produzindo em Portugal. Tenha em mente que a cena cervejeira no país ainda engatinha, por isso, maneire nas expectativas.

Quando: 5 a 7 de julho, às 17:00
Onde: Junta de Freguesia do Lumiar

Vinícolas em Portugal: sugestões para um bate-volta a partir de Lisboa

Bairro Intendente em Festa

Um dos eventos mais legais ao ar livre na cidade volta a marcar presença em julho, levando shows, feiras, sessões de cinema e mais para o Largo do Intendente, um lugar cada vez mais animado. A programação de 2018 inclui nomes como Bruno Pernadas (certamente um dos melhores músicos portugueses da nova geração) e a brasileira Karina Bhur, entre outros. A programação é sempre de quinta a domingo.

Quando: De 5 a 22 de julho, horários diversos.
Onde: Largo do Intendente

NOS Alive terá Pearl Jam e outros nomes. Foto: Chris
NOS Alive terá Pearl Jam e outros nomes. Foto: Chris

NOS Alive

O NOS Alive é considerado por muitos o festival com o melhor line-up de Portugal e atrai muitos estrangeiros para Lisboa. Esse ano The National, Arctic Monkeys, Franz Ferdinand, Friendly Fires, Two Door Cinema Club, Queens of the Stone Age e Pearl Jam (de volta a Portugal depois de uns anos) são só alguns dos nomes forte. A verdade é que as suas chances de conseguir um ingresso para o festival a esa altura são bem remotas. Mas vai que…

Quando: 12 a 14 de julho, às 15:00
Onde: Passeio Marítimo de Algés

Passeio de barco pelo Tejo é uma forma mágica de conhecer Lisboa

Pilantragi

Em nova edição da turnê europeia, a festa de música brasileira do DJ Rodrigo Bento aporta em Lisboa de novo – e mais uma vez no terraço do Ferroviário, um novo hype da cidade. Com o auxílio do xará Rodrigo da Matta, Bento bota todo mundo para se acabar de dançar ao som de todo o tipo de música brasileira para jogação, do carimbó ao pop rock.

Quando: 14 de julho, às 19:00
Onde: Clube Ferroviário

The XX: atração no Super Bock Super Rock. Foto: Jareed

Super Bock Super Rock

The XX, Justice e Travis Scott são os ‘cabeças de cartaz’ da edição 2018 do festival, que ocupa o Parque das Nações. Benjamin Clementine e Julian Casablancas & The Voidz são outros convidados desse evento que tem uma configuração curiosa e original, com palcos montados à volta de projetos do renomado arquiteto português Siza Vieira.

Quando: 19 a 21 de julho, às 16:00
Onde: Parque das Nações

Fiesta Cubana

A festa cubana já virou uma tradição da Fábrica Braço de Prata (espaço que vale estar no seu roteiro) e promove uma verdadeira imersão na cultura da ilha. Há comida tradicional, shows de música cubana, salsa e happy hour de mojito.

Quando: 28 de julho, às 20:00
Onde:
 Fábrica Braço de Prata

Brunch Electronik 2017. Foto: Divulgação / Brunch Electronik
Brunch Electronik 2017. Foto: Divulgação / Brunch Electronik

Brunch Electronik in the Park

O mês de julho marca o início da temporada de domingueiras eletrônicas na cidade. Entre os nomes confirmados para a edição 2018 do Brunch estão Dave Clarke, Dekmantel Sound System e Tiga, num b2b com Seth Troxler. Para o domingo de estreia já foram anunciado a portuguesa Sininho abrindo a tarde e o berlinense Paul Kalkbrenner fechando a noite.

Quando: De 29 de julho a 16 de setembro, a partir das 14:00
Onde: Tapada da Ajuda

Comments

comments

Tags desse artigo
Escrito por
More from Flavia Motta

Wetani: um endereço para boas compras em Lisboa

Quem passa distraído pela calçada da Rua de São Paulo pode não...
Leia Mais