Almost Tourists: guia do street art em Málaga na Espanha

Málaga é a terra natal de Picasso, terra de sol e praias lindas, de boa comida e um dos símbolos da cultura Andaluza. Mas algo me impressionou muito mais do que tudo isso na minha primeira visita à cidade: Málaga é um festival permanente de street art que pouca gente conhece.

streetart_malaga

Street art no Soho, em Málaga. Crédito: Rafael Duran

Seguindo a dica de um amigo malaguenho, me hospedei no Soho, bairro artístico ao lado do porto que, depois de décadas de abandono, vem ganhando nova vida graças à inauguração do CAC – Centro de Arte Contemporânea – e de iniciativas como o Projeto MAUS – Málaga Arte Urbano SOHO -, que vem transformando o bairro através da arte urbana. Desde 2013, o projeto convida artistas de rua do mundo todo para criarem murais nas ruas e prédios do Soho.

O apartamento que escolhemos era o retrato perfeito da vibe decadence avec elegance do lugar: na esquina da frente, um bordel chamado “Coelhinho” (nome sugestivo e propício); pela janela, um mural de mais 5 metros do Obey, um dos responsáveis pela popularização do street art no mundo.

obey

Mural do Obey na janela de casa. Crédito: Rafael Duran

Cada esquina do Soho guarda uma nova obra: ratos gigante do ROA na fachada de um prédio de garagens, fotografias em janelas de prédios abandonados, adesivos e colagens por todos lados. Além Obey e ROA, o Soho também tem trabalhos do coletivo Boamistura de Madri, do espanhol Pejac, do chinês DALeast e alguns “muros livres” para quem quiser chegar e pintar.

ROA

Mural do belga ROA. Crédito: www.mausmalaga.com

Conhecer o bairro e caçar os murais escondidos é simples. Málaga é uma cidade bem compacta e o Soho está do lado do centro histórico, separado apenas pela Alameda Principal. Já dentro do bairro, dois murais gigantes de mais de 25 metros de altura mostram que ali a arte de rua é quem manda. O primeiro dos murais foi criado por Obey e é o terceiro maior mural já feito pelo artista. O segundo é a maior criação da carreira do britânico D*FACE, outro peso pesado do street art mundial.

dface_obey

Murais gigantes de Obey e D*FACE. Crédito:www.mausmalaga.com

A graça do passeio pelo Soho é caminhar por ruas onde o turista desavisado passaria reto e olhar com atenção aquela garagem estreita que pode esconder uma galeria de arte improvisada ao fundo. Málaga é uber cool e quase ninguém sabe.

Comments

comments

Tags desse artigo
,
More from Amanda Foschini

Movimento okupa, os squatters da Espanha

A formula é antiga e conhecida em boa parte do mundo: grupos...
Leia Mais