Guia do viajante quase-local e educado

Quando estamos viajando, ficamos deslumbrados com muitos lugares novos e queremos curtir adoidado. Mas às vezes, esquecemos que estamos em um território alheio, onde os locais estão vivendo sua realidade com normalidade: ir ao trabalho, resolver um compromisso, fazer compras. Nada mais chato do que ser um viajante intrusivo, daqueles que os locais querem colocar o nome na boca do sapo e ver bem longe. Outra coisa bem chata é estragar a viagem alheia, para aqueles que pensam que só eles estão de férias. Observando um pouco os turistas que visitam nossas cidades, fizemos esse guia do viajante para a boa convivência, para você não dar uma de turista sem-noção e fazer com que os locais te recebam de braços abertos.

CICLOVIA NÃO É CALÇADA

giphy

Ciclovia é para bicicletas. Não passeie por lá olhando para o céu. Não decida fazer um jogging nela. Não ande em grupo à pé nas faixas de bike. Não pare lá para tirar selfies ou fotos de monumentos. Você não pararia no meio de uma rua cheia de carros para fazer isso. Então, se você não estiver em cima de uma bicicleta, só lembre da ciclovia em um momento: olhe para os dois lados quando for cruzar por uma, para não atropelar um ciclista e se machucar.

ACHAR QUE O ESPAÇO INTEIRO TE PERTENCE

giphy (8)

Quer tirar fotos bonitas da estátua? Os melhor ângulos daquela rua maravilhosa? Ou aquele quadro no museu? Bem, você e todo mundo. Aquele turista que não respeita o espaço dos outros, que fica no meio do caminho e que não sabe a hora de parar de tirar suas fotos para dar lugar a outra pessoa é um pé no saco. Fora alguns que não se tocam que estão no meio de uma passagem e bloqueiam o trânsito de locais e outros turistas. Pois saiba que nesse momento, todo mundo te detesta.

NINGUÉM LIGA PRO SEU SNAPCHAT

giphy (9)

Quer gravar seus snaps para seus seguidores acompanharem sua viagem? Pois saiba que as pessoas que estão no mesmo recinto que você não são obrigadas a participar dos seus momentos nas redes sociais. Não dê uma de louco, esbarrando em todo mundo enquanto fala sozinho para o celular o seu ¨Faaaaaala galera do Snapchat, estamos aqui em…¨. Não fique minutos gravando e regravando seu ¨Oi gentiiiiii, tamos aqui em…¨ enquanto tem gente esperando para ver e observar aquilo que você só quer ostentar para a sua galerinha do Snapchat.

CALÇADA NÃO É RUA

giphy (1)

Não dê uma de louco e não ande com sua bicicleta elétrica, patinete elétrico ou qualquer outra coisa com motor nas calçadas. Você não gostaria de estar passeando numa boa com seus amigos e quase ser atropelado por uma horda de segways. É uma praga estar caminhando e de repente, cruzar com um grupo de turistas de patinete elétrico, fazendo da calçada uma pista de corrida. Fora que a maioria dos turistas ou não sabe andar direito nessas coisas ou está bêbada demais para poder conduzir algo motorizado.

RUA NÃO É CALÇADA

giphy (2)

Em algumas cidades, as ruas são pequenas e os pedestres dividem espaço com carros, bicicletas e outros meios de transporte. Por isso, se algum ciclista ou carro buzinar pedindo passagem porque você está no meio da rua, não faça a egípcia ou não se finja de surdo. 

CICLOVIA É UMA VIA, NÃO UM MIRANTE

Alugar uma bike com os amigos e passear pela cidade é incrível. Mas se vocês decidirem parar por algum motivo, por favor, façam isso fora da ciclovia. Nada pior do que encontrar um grupo com 10 bicicletas paradas no meio da passagem, com outras pessoas vindo na contramão e o coitado do local só querendo ir de um lugar ao outro. Confusão na certa.

NEM TODOS ESTÃO DE FÉRIAS

giphy (4)

Normal você querer ficar no bar até tarde e festejar com os amigos. Mas as pessoas que moram nas cidades estão em suas casas, se preparando para dormir porque amanhã é dia de labuta. Faça bagunça dentro do bar ou da boate e não fora delas. Evite gritar depois das 22h nas ruas, a não ser que você queira ser um inconveniente de propósito, o que não faz sentido nenhum. Se esse for o caso, não se preocupe porque provavelmente, um local te vai jogar um balde de água da privada na cabeça ou talvez uns ovos voadores.

SAIBA O CAMINHO DA LIXEIRA

giphy (6)

Dá um desgosto profundo ir à praia na sua cidade e encontrar lixo na água e na areia durante o verão. Ou buscar um cantinho na grama do parque para descansar e não encontrar, porque está tudo cheio de latas de cerveja e restos de comida. Bituca de cigarro também é lixo, para aqueles que ainda não perceberam. Em algumas praias da Europa, é possível encontrar até absorvente sujo na areia, deixado por alguma sem-noção. Não dá, pessoal. Não dá.

AQUI NÃO É A CASA DA MÃE JOANA

giphy (5)

Nossa última dica do guia do viajante: alguns turistas se comportam como um adolescente de 16 anos cuja mãe viajou e por isso, decidiu aloprar geral. Andam na rua berrando, mexem com as pessoas sem solicitação, não respeitam um bartender ou um garçom, saem vomitando por todos os lados e fazem sexo em plena luz do dia em uma plataforma de metrô cheia de gente. Não estamos dando uma de moralistas, mas não é porque você está na casa dos outros que vai zoar com absolutamente tudo.

NOSSA MENSAGEM LOCAL

giphy (7)

Receber turistas enriquece as cidades, não só financeiramente, mas também culturalmente. Aqui no Almost Locals, nosso maior prazer é fazer com que viajantes descubram as cidades com os olhos de um local. Queremos que todos viajem mais, melhor e sempre. Também por isso, gostaríamos que todos que visitam cidades no mundo saibam conviver bem com quem vive nelas no dia-a-dia. Nosso guia do viajante quase-local não é contra o turismo, pelo contrário. Queremos que locais e visitantes convivam bem, pois todo mundo sai ganhando. Ninguém gosta de receber convidados indesejáveis ou de ser recebido por anfitriões mal-humorados. Não curtimos atitudes locais como mensagens nos muros e janelas que dizem ¨Tourists go home¨. Por isso, queremos saber mais e ouvir sobre o turismo sustentável e não-predatório. E claro, que todo viajante tenha um pouco de semancol.

Você acrescentaria algum item no nosso guia do viajante? Escreva nos comentários!

Foto de destaque: Flickr Hildgrim

Curta Almost Locals no Facebook e não perca nenhum post

Siga Almost Locals no Instagram e saiba por onde andamos

 

 

Comments

comments

More from Sarah Oliveira

Filmes em Londres

Quando lembro de uma cidade com saudade, vejo um filme que me faça...
Leia Mais