Hot Club em Lisboa, o mais antigo clube de jazz da Europa

Jam session Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal
Jam session Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal

Lisboa está intimamente relacionada com o fado mas quando se mora aqui descobre-se que o jazz também faz parte da rotina da cidade. Há diversos bares e restaurantes com jazz, o Teatro São Luiz abriga um festival anual de jazz sensacional e é em Lisboa que fica um dos mais antigos o clubes de jazz do mundo, o Hot Club Portugal.

Eu descobri o Hot Club por causa das jam sessions de quarta-feira. Peraí, na verdade eu descobri o Hot Club porque ele ficava bem no caminho entre a minha casa e a universidade. De tanto passar ali, uma hora percebi que aquela portinha escura tinha uma placa bem discreta ao lado, com as iniciais HCP. Se você passar distraído, capaz de nem notar que há um clube de jazz naquele trecho.

Sala de concertos do Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal
Sala de concertos do Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal

Voltemos às jam sessions de quarta. 🙂 Normalmente um músico é o anfitrião do mês e e recebe convidados para tocar (e às vezes cantar) sem grandes ensaios. Nesses dias a casa abre as portas sem cobrança de entrada. Você se senta sobre bancos de cortiça tomando o seu drinque e curtindo um bom som. Você também pode se tornar sócio do Hot Club e ter facilidades no acesso à casa (como entradas gratuitas em dias de shows pagos). 

Na plateia, há um silêncio respeitoso. Quem quer conversar ou fumar vai para o (delicioso) pátio externo, nos fundos. A acústica da casa é impecável. A decoração traz cartazes de diversos festivais de jazz, muitos organizados pelos fundadores do Hot Club, com grandes nomes como Count Baise e Sidney Bechet.

Jam session Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal
Jam session Hot Club Portugal. Foto: Facebook / Hot Club Portugal

Paris Blues é um tradicional clube de jazz, no Harlem, em Nova York

O Hot Club Portugal foi fundado em 1948 por cinco amigos entusiastas do jazz que se encontravam semanalmente para trocar discos, ouvir música e tocar. De lá para cá, eles foram figuras importantes para a consolidação do jazz em Lisboa. A ponto de terem fundado uma escola para formar novos talentos, a Escola de Jazz Villas Boas, hoje com 170 alunos.

Eu – que sou apenas apreciadora e não entendedora de jazz – gosto de ir às quartas-feiras e ficar admirando o entusiasmo dos jovens jazzistas. Muitos ainda têm acne no rosto (o que eu acho fofo #tôvelha) e ficam visivelmente empolgados em dividir o palco com músicos mais experientes. 

Jazz Band do Hot Club Portugal se apresentando na Ribeira das Naus. Foto: Facebook / Hot Club Portugal
Jazz Band do Hot Club Portugal se apresentando na Ribeira das Naus. Foto: Facebook / Hot Club Portugal

 


Quer saber mais sobre o que visitar em Lisboa? Entre em contato e saiba como ter um guia de Lisboa personalizado, com o Almost Locals Experience.

 

Comments

comments

Tags desse artigo
,
Escrito por
More from Flavia Motta

DUB: Visita à fábrica da Guinness

Para um cervejeiro assumido, ir a Dublin e não visitar a fábrica...
Leia Mais