Do Bairro Alto a Santos, um passeio pelos bairros boêmios de Lisboa

Pensão Amor. Foto: Facebook / Pensão Amor
Pensão Amor. Foto: Facebook / Pensão Amor

Se tem uma coisa que Lisboa e eu temos em comum, é que nós gostamos da rua. E é nela que boa parte da vida noturna lisboeta se desenrola. Para ajudar você a entender qual é a sua zona na capital portuguesa, eu me concentrei nos quatro bairros mais boêmios de Lisboa. Bora lá.

Bairro Alto

É o que Lisboa tem que mais se aproxima da Lapa carioca. O Bairro (para os íntimos) tem casas de shows, boates, (bons e maus) restaurantes, bares para tomar drinques elaborados e outros que vendem meio litro de cerveja a 1 euro. Essa misturada toda faz do Bairro Alto um lugar frequentado por lisboetas, muitos turistas e também estudantes estrangeiros que se encontram ali para fazer uma night barata (e bem animada, como você pode ver neste vídeo). As placas oferecendo bebidas em porções generosas a preços módicos estão por toda a parte. Mas se você quer comer bem ou beber bem, eu tenho as seguintes sugestões: Adega das Mercês (com sua ma-ra-vi-lho-sa porção de amêijoas); Lisboa à Noite (para um jantar mais elaborado); Garrafeira Alfaia (um wine bar delicioso); Majong (que oferece drinques ótimos e música idem). Tal qual a Lapa carioca, se você caminhar pelo Bairro Alto durante o dia, vai encontrar ruas estranhamente silenciosas. Para mim, é mais um motivo para ir lá. Mas evite os domingos, quando quase nenhum comércio está aberto.

Perto do Bairro Alto fica o Hot Club Portugal, o clube de jazz mais antigo da Europa. Conheça.

Noite no Bairro Alto. Foto: Gastronomia RS
Noite no Bairro Alto. Foto: Gastronomia RS

Cais do Sodré

Já foi uma zona de prostituição e recentemente se tornou cool, em boa parte por conta da requalificação da Rua Nova do Carvalho, à qual as pessoas normalmente se referem como Rua Cor-de-Rosa – por causa da cor da tinta que cobre o asfalto. A Rua Nova do Carvalho é restrita a pedestres e concentra endereços curiosos, como o Sol e Pesca (uma loja de pesca que virou bar onde a especialidade são as conservas) ou a Pensão Amor (um antigo prostíbulo que virou casa noturna com sex shop, cartomante e uma boa carta de drinques). Nos arredores da Rua Nova do Carvalho (Remoleiros, Alecrim e Rua de São Paulo) você também vai encontrar ótimos restaurantes e boates de todo tipo – até aquelas tipo inferninho de Copacabana. Se essa for a sua praia, recomendo o Viking.

Mercado do Campo de Ourique ou Mercado da Ribeira, no Cais do Sodré? Faça sua escolha.

Pensão Amor. Foto: Facebook / Pensão Amor
Pensão Amor. Foto: Facebook / Pensão Amor
Bar Bicanela, na Bica. Foto: Facebook / Bicanela
Bar Bicanela, na Bica. Foto: Facebook / Bicanela

Bica

A Bica é, em resumo, a Rua da Bica de Duarte Belo, uma autêntica pirambeira que liga a Rua da Boavista (próxima ao Cais do Sodré) à Calçada do Combro (próximo ao Bairro Alto), cheia de bares no caminho. A subida é íngreme o suficiente para haver ali um elevador lindinho. Em junho, por causa das festas dos Santos Populares, a Bica fica impraticável de tão cheia. Fora da época festiva, é o lugar ideal para tomar um drinque ou jantar num lugar menos turístico. Um dos bares mais conhecidos na Bica (e cheio de charme) é o Bicaense. Eu vou muito ao Bicanela, que tem gin tônico (<3) a preços imbatíveis. Para jantar nessa zona, eu recomendo o Estrela da Bica. Mas você pode (ou deve) desbravar as ruas transversais e descobrir o seu próprio cantinho.

Boemia em Lisboa: conheça o ‘tap room’ da Dois Corvos, o primeiro da cidade.

Restaurante Estrela da Bica. Foto: Facebook / Estrela da Bica
Restaurante Estrela da Bica. Foto: Facebook / Estrela da Bica

Santos

Eu não frequento essa zona por motivos de ‘não quero ser a tiazona da night’. O bairro de Santos, que é também o ‘design district’ de Lisboa, fica próximo a algumas universidades lisboetas, o que faz com que ele seja uma parada noturna certeira para estudantes. O agito se concentra nos arredores do Largo de Santos e muita gente compra bebida no ‘indiano’ mais próximo para beber na rua mesmo.  No bairro e nas vizinhanças ficam também algumas boates bem concorridas em Lisboa, como o Main. Para a turma da larica da madrugada, uma boa parada em Santos é o restaurante A Merendeira, especializado em caldo verde e pão com chouriço (linguiça).

Gostou? Então descubra razões para explorar o bairro do Intendente.

Pão com chouriço e caldo verde da Merendeira. Foto: Facebook / A Merendeira
Pão com chouriço e caldo verde da Merendeira. Foto: Facebook / A Merendeira
Adega das Mercês

Endereço: Travessa das Mercês 2
Funcionamento: Segunda a sábado, 12:00 às 15:30 e 19:00 às 23:30.
Tel.: + 351 213 424 492

Garrafeira Alfaia

Endereço: Rua do Diário de Notícias 125
Funcionamento: Segunda a sábado, 15:00 à 01:00; domingo, 16:00 às 01:00.
Tel.: + 351 213 433 079

Lisboa à Noite

Endereço: Rua das Gáveas 69
Funcionamento: Segunda a quinta, 19:30 às 00:00; sexta e sábado, 19:30 às 01:00.
Tel.: + 351 213 468 557

Majong

Endereço: Rua da Atalaia 3
Funcionamento: Segunda a quinta, 20:00 às 02:00; sexta e sábado, 20:00 às 03:00; domingo, 20:00 às 02:00

Pensão Amor

Endereço: Rua do Alecrim 19 (com entrada também pela Rua Nova do Carvalho), Cais do Sodré, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Segunda a quarta, 12:00 às 03:00; quinta a sábado, 12:00 às 04:00; domingo, 12:00 às 03:00.
Tel.: +351 213 143 399

Sol e Pesca

Endereço: Rua Nova do Carvalho 44, Cais do Sodré, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Segunda a quarta, 12:00 às 02:00; quinta a sábado, 12:00 às 04:00
Tel.: +351 213 467 203

Viking

Endereço: Rua Nova do Carvalho 7, Cais do Sodré, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Segunda a sábado, 23:00 às 06:00.
Tel.: +351 213 426 468

Bicaense

Endereço: Rua da Bica de Duarte Belo 42, Bica, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Terça a sábado, 19:00 às 02:00

Bicanela

Endereço: Travessa da Laranjeira 17, Bica, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Terça a sábado, 22:00 às 2:00
Tel.: +351 961 702 515

Estrela da Bica 

Endereço: Travessa do Cabral 33, Bica, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Terça a domingo, 20:00 à 00:00
Tel.: + 351 213 473 310

A Merendeira

Endereço: Avenida 24 de Julho 54G, Santos, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Segunda a sexta, 11:00 às 7:00
Tel.: +351 213 972 726

Main

Endereço: Avenida 24 de Julho 68, Santos, Lisboa, Portugal.
Funcionamento: Quarta a sábado, 23:00 às 6:00
Tel.: +351 914 573 360


Quer saber mais sobre o que visitar em Lisboa? Entre em contato e saiba como ter um guia de Lisboa personalizado, com o Almost Locals Experience.

Comments

comments

Tags desse artigo
,
Escrito por
More from Flavia Motta

Conhecer os Açores com guia ou sem guia? Os prós e contras de cada experiência

Se tem uma coisa que a vida moderna facilitou em termos de...
Leia Mais

2 Comentários

  • Olá! Descobri esse blog recentemente e achei muito bom. Vou para Lisboa em julho e gostaria de dicas de lugares para ouvir fado (não aqueles com jantar a preço fixo para turistas). E de lugares frequentados por pessoas gays. Obrigada.

    • Oi Flavia, fico feliz que tenha gostado do blog. Obrigada 🙂
      Quanto ao fado, fugir dos turistas vai ser impossível, mas você consegue fugir do jantar a preço fixo em lugares como Maria da Mouraria, Baiúca e Bela.
      Para ouvir fado vadio, aquele em que o cantor entra no bar e canta, sem muito compromisso, você pode ir ao Boteco da Fá na Tasca do Chico. Ambos ficam em Alfama e o Chico tem uma casa também no Bairro Alto. Sugiro que tente reservar ou chegue antes das 21h.
      Com relação aos lugares gays de Lisboa, eu não estou por dentro dessa cena, mas você encontra alguns endereços aqui: http://www.lisbonlux.com/gay-lisbon/
      Espero ter ajudado.
      Boa viagem!

Os comentários estão fechados