Armadilhas de turista para evitar em Chicago

Toda cidade com turismo forte tem suas roubadas. Com Chicago não é diferente. Veja abaixo as armadilhas de turista que devem ser evitadas a qualquer custo.

Restaurantes sem alma

É fácil reconhecer um restaurante sem alma. Normalmente são aquelas mega redes como Applebees, Outback, Red Lobster, Ruby Tuesday, Tony Roma’s e outros. Por sorte em Chicago a esmagadora maioria deles ficam nos subúrbios. Mas existem três restaurantes a serem evitados na área central de Chicago. O Rock ‘n’ Roll McDonald’s é um dos mais famosos do mundo. Tem um museu temático de Rock ‘n’ Roll (dã), decoração caprichada e capacidade cerca de três vezes maior que um McDonald’s normal. É o McDonald’s glamurizado, se é que isso existe. Pertinho dele fica o Rainforest Cafe. É um parque temático – adivinhe de quê – floresta tropical. Que serve comida. Se você gosta da idéia de animais de animatronic aparecendo do nada, tempestades simuladas, incluindo trovões e preços salgados, é uma boa pedida. Por fim, o Hard Rock Café dispensa comentários: é aquela mesma coisa no mundo inteiro.

6326943019_ea42bc2a6a_b
O bar de cogumelo gigante do Rainforest cafe. Foto flickr user jeffkrause

 

Navy Pier

É um pier. Tem uma roda gigante. Tem um cinema IMAX. A comida é cara e ruim. Na minha opinião a única coisa que faz valer a visita é o Children’s Museumse estiver acompanhando crianças. A vista do pier é bonita. Como a entrada é gratuita, vale a pena ir cedo, dar uma volta rápida e sair antes que as multidões cheguem, sem gastar um centavo.

5680917010_79bfe6e386_b
Roda Gigante do Navy Pier. Foto flickr user mwichary

 

Magnificent Mile

A Magnificent Mile é um trecho da Michigan Avenue entre o rio Chicago e a Oak Street, em Near North. É conhecida por ter lojas de departamento chiques (Bloomingdale’s, Neiman Marcus, Saks Fifth Avenue, Nordstrom, Barneys New York), grifes como Cartier, Bulgari, Van Cleef & Arpels, Gucci, Louis Vuitton e algumas lojas perdidas no meio (H&M, Uniqlo, Gap, TJMaxx). Se luxo não é apelo e você não quer perder a oportunidade de fazer umas comprinhas, vá à State Street. Lojas como Forever21, Target, Nordstrom Rack, Old Navy, Zara, DSW, Burlington Coat Factory não doem tanto no bolso (se bem que o dólar tá pela hora da morte).

Weiners Circle

Prefere o seu hot dog acompanhado de porções generosas de abuso verbal e bêbados por toda parte? Vá ao Weiners Circle em Lincoln Park durante as madrugadas e você verá que, além de uma comida razoável, a especialidade da casa são xingamentos e esculachos em geral. Apesar de o logradouro ser um restaurante relativamente “normal” (não no sentido clássico da palavra) durante o dia e parte da noite, depois da meia-noite tudo se transforma. Reza a lenda que nos anos 90 o dono do estabelecimento queria chamar a atenção de um cliente ébrio e o chamou de asshole. Desde então o Weiners Circle é conhecido pelas palavras de baixo calão, comentários racistas e outros impropérios trocados entre funcionários e clientela. O lugar já foi chamado de a barraquinha de cachorro-quente mais deprimente dos Estados Unidos e, realmente, ir ao Weiners Circle num sábado às 2 da manhã vai te ensinar muito mais sobre os conflitos raciais e de classe nessa terra que chamamos de US of A do que qualquer coisa. Se agressão verbal é o seu lance, o Weiners Circle é para você. Não vou entrar no mérito do infame “chocolate shake” por motivos óbvios. Mas, se você realmente quer saber do que se trata, let me google that for you.

Douche Vortex

Gente bêbada, baladas ruins. O Chicagoist definiu muito bem os douche vortexes em Wrigleyville, River North, Near North (Viagra triangle: FUJA) e o meu amado bairro Wicker Park. De dia é lindo mas á noite atrai yuppies, hipsters, douches e outras criaturas indesejáveis.

Ficar só no loop

Há vida além do loop, a área central de Chicago. Existem muitos bairros a serem descobertos, Na minha primeira vez em Chicago fui parar em bairros como Hyde Park e Oak Park para ver arquitetura. Conectando os bairros de Humboldt Park/Logan Square/Wicker Park/Bucktown está o 606, o primeiro parque elevado de Chicago. Os bares e restaurantes da Randolph Street no West Loop são as melhores noites da cidade.

 

Siga Almost Locals no Instagram
Não perca nenhum post Almost Locals no Twitter
Acompanhe a página Almost Locals no Facebook

 

Comments

comments

Tags desse artigo
More from Daniela Milan Souza

CHI: Be a Sport, drink Malört!

Algumas cidades tem aquela atividade/comida/bebida que, de tão tradicionais, tornam-se um rito...
Leia Mais